segunda-feira, 16 de março de 2009

Stand up e mídias sociais: divulgação direta e honesta


Páginas de vídeo, relacionamento, fotos, blogs, tudo é possível para divulgar um tipo de humor contemporâneo que nasceu e sobrevive da web: o stand up.

Todo mês, a revista Bravo promove uma série de palestras e debates sobre temas publicados em sua edição corrente. Na última quinta-feira, dia 12 de março, na FNAC, em São Paulo, os convidados foram os comediantes do estilo stand up (comédia limpa, sem cenário) para discutir seus trabalhos. Dois deles já são bem conhecidos pelo público televisivo e ainda mais pelos internautas: Oscar Filho e Rafael Cortez. Além do seu trabalho como repórteres do programa de televisão CQC exibido pela emissora Band, participam ativamente desta categoria teatral “nas horas vagas”.

Divulgação só via web


A comédia stand up é um dos temas mais procurados no Youtube brasileiro e ganhou total notoriedade com esta forma midiática. “O nosso grupo teatral Clube da Comédia praticamente nasceu com o Youtube. Isso abriu uma janela grande para o nosso trabalho e é a tendência para todos os grupos do gênero”, afirma Oscar Filho, um dos pioneiros neste tipo de divulgação, que é categórico: “Eu não utilizo a televisão para divulgar stand up”. “A internet tem um custo-benefício perfeito: não é preciso gastar com publicidade e a visibilidade é notória”.

Pouco tempo após postar seus vídeos na web, Oscar logo tornou-se reconhecido nas ruas por muitas pessoas. Antes da existência do Youtube, o grupo divulgava seus trabalhos com CD. “A grande vantagem da web é fazer tudo do jeito que você quer.” Na opinião de Rafael Cortez, que atua na comédia stand up desde janeiro, o meio internet é mais honesto. “Se eu divulgar na TV que estarei em determinado bar fazendo o show, todos estarão lá... Mas não é bem assim. Por isso eu divulgo via internet. Tenho a impressão que a web é uma escolha mais certeira. Ela é mais honesta.” Com isso, Cortez tenta fazer suas divulgações desta forma, tanto pessoal quanto profissional. “No caso do meu blog, eu tenho recebido muitas críticas por estar sendo muito auto-referente. Essas pessoas estão certas porque era pra ser um espaço para textos jornalísticos, apontamentos críticos, entre outros.”

Outro artista que também utiliza as novas mídias para divulgar o seu trabalho é Rafinha Bastos. Ele também integra a trupe do programa da Band e é muito envolvido com o socialcast, já que, mesmo com Orkut, blog e Youtube, utiliza o Twitter para divulgar suas peças e até colocar fotos do seu cotidiano e das suas peças. O resultado não poderia ser melhor: seu perfil no Twitter possui mais de oito mil seguidores. (Por Liliane Rodrigues. Foto de Taís Kerche).

2 comentários:

Anônimo disse...

Excelente matéria, muito bem elaborada! Aborda um tema interessante, moderno e inteligente.

mosaicosocial disse...

Oi, anônimo, mostra a cara, queremos te conhecer, não se esconde não! A Liliane vai ficar feliz de saber quem é você e eu também! :)