terça-feira, 7 de setembro de 2010

Jornalista mundialmente reconhecida pelo Bob Awards e sem trabalho:


o Brasil não merece o Brasil

Ela poderia desfilar uma soberba ainda maior que muita figurinha adorada e seguida – no #twitter (sempre ele, claro!), por fãs vindos de todas as partes do Brasil, de diferentes tribos e grupos. Mas, com perto de três mil seguidores – dos mais seletos, diga-se de passagem, ela se mantém focada nos planos de realizar as 100 coisas que postou como metas a realizar antes de chegar aos 40 anos, algumas delas tão simples como fazer massagem pelo menos uma por mês ou comprar um netbook. Mas por que escrevo em soberba e falo dela como celebridade, se ela mesma se apresenta como mulher simples?

Pausa:

Ana Paula Magalhães ou apenas Ana Magal é carioca “da gema”, apesar de ter tatuado nas costas o edifício Banespa, de São Paulo (ninguém é perfeito – eu, paulistana, já declarei minha alma carioca, depois de viver 23 anos no Rio e decidido ter meu filho no Rio – mas não tenho tatuagem). Feminina ao extremo é jornalista por vocação e opção (esta, sim uma coincidência) – escolha feita dez anos depois de completar o 2º. Grau, após passar pelo mercado de trabalho exercendo as funções de professora, operadora de caixa, vendedora, secretária, enfim, depois de conhecer a vida e buscar realmente optar pela profissão que lhe fizesse feliz.

Este ano, por indicação dos leitores, Ana Magal foi finalista do disputado concurso internacional The Bobs Awards 2010, na categoria Weblog em Português. Ler seu post a respeito mostra bem quem ela é. Ao invés de capitalizar a oportunidade para ela, pede votos ao colega Antenor Thomé e sente-se pequena diante de ícones que admira como @inagaki, do blog Pensar Enlouquece, e do @pergunteaourso.

Um pouco de história:

Seu “PJ” (até então eu achando se tratar de “Pessoa Jurídica” – dadas as atuais condições do nosso mercado de trabalho), como ela se refere ao blog Profissão Jornalista foi criado como Kerokollinho no antigo blogger.com.br, há 11 anos. Como diz o nome do espaço, o momento de criação era de busca de colo.

A história do blog ela conta em seu mais novo espaço, o “filhote” Tele-Visão, no qual ela opina sobre o que se passa nas telas de Cinema e da Tevê. “Já fui muito criticada por causa deste último, mas o espaço é meu, e sendo blog, falo o que bem quero, acho ótimo provocar discussão”, diz. Há ainda outra cria, na qual ela divulga informações e discute o universo feminino, o Feminina Plural.

Entre as melhores do mundo

Ficar entre os melhores do mundo em língua Portuguesa, sem ter se esforçado para isso, apenas seguindo seu instinto natural de fazer o melhor de si em tudo que se envolve: “Sou uma vencedora”, diz, altiva, mas sem perder a humildade, sorrindo tímida, encolhendo-se, até, na tela do Skype, por onde a entrevistei. Ela se agita quando tem que explicar ao povo que não entende isso, que tem a mente brasileira de achar que vencer é “levar a taça”.
1) Não mexi uma palha para ser indicada; fui informada via e-mail, enviado pela própria organização do The Bobs, e os votos, recebi via internet.
2) Ficar entre os 11 melhores weblogs mundiais em Língua Portuguesa, gente, isso não é uma vitória?

Ana Magal! Para mim, referência especial num oceano de gente sem metade de sua vivência de pôr a mão na massa, de entrar a fundo na “bagaça”, de entender a “física” quântica do processo para vencer.

Ela enumerou 100 metas, eu lhe sugeri focar em apenas três: com lide completo, que aprendi também recentemente, no grupo EmpreendedorAs do qual participo. Só falta isso para ela, meu novo ícone, como Thomas Edison, que tentou 99 vezes, chegar à centésima vez para descobrir a sua receita do sucesso completo.

Ana Magal: Jornalista amante da Comunicação Empresarial, conhecedora como a palma da mão do universo das mídias sociais, com seu blog entre os 11 melhores do mundo em Língua Portuguesa tem uma questão aberta. Por questões de saúde, ela precisa de um “Extreme Make Over” para se cuidar, voltar a se amar, focar suas metas, arrumar um emprego decente e, porque ama São Paulo, quem sabe vir para cá. E, finalmente, reconhecida pela sua extrema capacidade aqui no seu País, ser feliz. #RF #RT!

3 comentários:

havaianomaniacos disse...

Achei bacana sua iniciativa em dispor um espaço no seu blog para divulgar o trabalho da sua colega de profissão. Tenho sorte em ser seu amigo. Confesso que não conhecia da Ana, acabei sendo apresentado através de seu blog. Uma certeza: Ela no momento pode estar sem trabalho, porém acabou de ganhar um seguidor. Bjos amiga!!!

Ana Magal disse...

Minha linda Vany... Não tenho palavras para agradecer todo o seu carinho por mim. De uma simples conversa no skype surgiu um post muito carinhoso. Agradecer é pouco por todas as palavras que você escreveu. Agora seu cantinho na blogosfera também fará parte da minha lista de elite no blog. Afinal, não só de twitter vivem os homens (ops... as mulheres rs).

Beijos! Obrigada!

Anônimo disse...

Uma pessoa carismática virtual ou não..(não importa) dá para perceber que a Ana cativa mtos.
bjss no coração!
Alberto.