segunda-feira, 22 de março de 2010

Superusuários: quando o valor da marca está bem perto, nos funcionários


Ao discutir formas de mensurar o retorno das redes sociais para as empresas, o Chief Marketing Officer da consultoria americana Lithium, Sanjay Dholakya, apresentou um interessante dado: 17% das empresas já demitiram funcionários por mau uso das redes sociais. Suas sugestões não foram diferentes das de muitos brasileiros que dia-a-dia fazem suas consultorias aqui - a empresa deve definir muito bem as metas corporativas e depois construir uma rede social para interagir com seus clientes. "Mas é preciso cautela: só entrar quando tiver os objetivos definidos de antemão", disse.

Segundo Sanjay, antes de se pensar em entrar numa rede, vale a pena saber se, dentro da empresa, existem usuários de redes que possam funcionar como evangelistas de marca, porque um usuário que advoga sua marca vale em média 50 mil dólares por ano. "É necessário investir nesses super usuários", porque além de conhecerem as ferramentas – eles sabem como agregar valor à marca.

(Texto de Fernanda H. Martins; foto http://3.bp.blogspot.com/__LQ7AxouDEo/S6e4IDdNAOI/AAAAAAAAAjo/MiIb3pZhWUM/s1600-h/fired.jpg)

Nenhum comentário: